Teste toxicológico para concurso público

Algumas vagas de concurso público requerem a realização do exame toxicológico no processo de seleção dos candidatos, este é o caso da Polícia Federal, por exemplo. Entretanto, muitas pessoas ainda não sabem do que se trata e nem mesmo como o teste de drogas é realizado. Se este é o seu caso, saiba que os Laboratórios do Grupo CenterLab são especializado neste procedimento e atua há mais de 5 anos no mercado. Acompanhe o artigo abaixo e entenda todos os passos deste processo.
Sobre o exame toxicológico Normalmente, a metodologia de análise mais utilizada é a da queratina, substância encontrada no cabelo. O motivo para isso é simples: quando algum tipo de droga é ingerido, o sangue leva moléculas da substância por todo o corpo, inclusive nas raízes dos cabelos. Lá, envolvida pela queratina, que acaba conservando essas moléculas da droga e substancias relacionadas, torna a análise possível. Por meio desse processo, é possível identificar se o indivíduo ingeriu qualquer tipo de droga hidrossolúvel (basicamente todas, com exceção da maconha) ou ainda solúvel em gorduras, as chamadas lipossolúveis (em que se encaixa a maconha). Assim, os resultados comprovam se alguém consumiu drogas até 90 dias antes da análise.
O resultado é entregue ao paciente, que fica encarregado de encaminhar à instituição do concurso público. Atento e adepto a norma ABNT NBR ISO/IEC 17025, aplicável a laboratórios de calibração e ensaios em geral, específicos para exames toxicológicos em queratina (cabelos e pelos); os laudos contém o selo e link que comprova tal certificação.

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar